Booking.com

Templos em Siem Reap: Angkor Wat, Ta Prohm e Bayan

Os templos em Siem Reap são os principais atrativos do Camboja e a razão pela qual muitos turistas visitam a cidade. O que muitos não sabem até chegar aqui, é que o Angkor Wat é apenas uma parte de um complexo de templos maravilhosos que você pode passar uma vida explorando. Observe no mapa a quantidade de templos do complexo – o Angkor Wat é um dos menores de comparado ao Bayon + Angkor Thom.

templos em siem reap

O que você precisa saber para visitar os templos:

Os passes:
angkor-wat

Por essa razão, existem três tipos de passes para explorar os templos, segundo o seu tempo ou paixão por arquitetura e história. Os passes são pessoais e intransferíveis. Nenhum hotel ou loja está autorizado a vendê-lo e é possível comprá-los somente na bilheteria antes da entrada do complexo, muito bem organizada, onde você poderá escolher o seu passe, tirar uma foto com a webcam que eles disponibilizam e pagar o valor do passe em dólares, na moeda local ou em Euros. O processo é super rápido quando você chega ao guichê.

Os valores (Novembro 2016):

  • Um dia: US$ 20
  • Três dias : US$ 40
  • Sete dias: US$ 60

O complexo abre às 5:00 e fecha às 17:00. Caso você compre o passe um dia antes, depois das 17:00, é possível entrar grátis nos templos entre as 17h e 18h. É uma boa pedida para quem poderá visitar os templos somente por 1 dia: ver o pôr do sol no dia anterior e voltar na manhã do dia seguinte para visitar tudo com calma.

Como chegar nos templos de Siem Reap:

angkor-wat

As estradinhas, lindas!

No mapa pode parecer perto, mas a distância entre os três templos principais não é tão pequena. Imagine que em cada templo você terá que subir e descer escadas muitas vezes em um sol escaldante e que um carro ou um tuk-tuk podem ser o seu momento de “descanso” entre um templo e outro. Óbvio que se você estiver super bem fisicamente ou simplesmente muito bem disposto, pode ser incrível.

  • Tuk-tuk: foi a nossa opção. O preço médio atual de 1 dia pelos templos é entre $15-$20 dólares. Alguns motoristas trazem um isopor com água geladinha para você beber no intervalo ou no caminho entre os templos. Procure ir sempre com o mesmo motorista, é bom para eles e para você, já que ele vai saber que templos você visitou nos dias anteriores e poderá coordenar melhor tudo (no caso de um passe de 3 ou 7 dias).
  • Bicicleta: a opção de alguns, que eu realmente aplaudo de pé pela energia! Caso essa seja a sua opção, vá o mais cedo possível para evitar o calor das 12h-14h, que é intenso. Você poderá alugar uma bicicleta poe $1-$3 dólares. Também é a opção mais econômica, sem dúvidas!
  • Excursões com agências: muitas agências na cidade oferecem um tour para grupos com um guia, ônibus com ar condicionado e água por um dia inteiro. O valor médio é de $15 dólares por pessoa.
  • Guia: Também há agências vendendo excursões privadas com guias, que pode custar em média $60-$80 dólares. Outra opção é contratar um dos guias oficiais que ficam nas entradas dos templos eles estarão uniformizados e o valor médio é de $20 dólares.

Dicas para visitar os templos de Siem Reap:

angkor-wat

  • Roupa adequada: nada de roupas curtas ou mostrando muito. Como faz muito calor, vi muitas meninas de short, mas com uma pashimina que cobria as pernas nas entradas dos templos.
  • Leve protetor solar, água, algum lanchinho e uma toalhinha, já que há uma grande possibilidade de você transpirar muito.
  • Se quiser ver o nascer do sol, sugerimos que você chegue cedo, já que o espaço favorito dos turistas (e o nosso) – um lago que estava bem rasinho onde se vê o reflexo do templo fica lotado rapidinho. Nós nos levantamos às 4:10 da manhã e chegamos no templo às 4:45. Às 5:15  já não tinha espaço na “primeira fila”.
  • Ainda para quem quer ver o amanhecer: leve uma lanterna e se gostar muito de fotografar, não se esqueça do tripé.
  • Caso queira chegar a tempo de ver algum templo menos lotado, sugiro pular o Angkor Wat e visitar os outros templos primeiro. Assim, você evita a multidão de turistas que quase sempre têm o Angkor como primeira opção e pega os outros mais vazios.
  • Use um sapato confortável, já que a caminhada pelos templos é longa. Pare para descansar sempre que sentir necessidade, se não, você correrá o risco de não aproveitar tanto.
  • Há banheiros gratuitos ao longo de todo o complexo.
  • Também há barraquinhas vendendo frutas e comidas fora dos principais templos e ao longo da estrada.

Clima

angkor-wat

Suando e descansando um pouco no Angkor Wat

As condições climáticas variam ao longo do ano. Visitamos os templos na segunda semana de Abril e posso dizer que nunca senti tanto calor na minha vida, nem transpirei tanto. Diferentemente de outras cidades que eu visitei, não conseguia passar o dia caminhando e sempre corria para a sombra e parava para descansar.

Segundo o Lonely Planet, Dezembro e Janeiro são os meses ideais para visitar o país. De Fevereiro a Abril as temperaturas começam a subir muito, alcançando a sensação térmica de 45 graus (sim, eu vivi isso). Em Maio e Junho o tempo ainda fica mais úmido e as época de monções duram até Outubro.

Os principais templos

Angkor Wat

angkor-wat

angkor-wat

O mais famoso e o mais lotado. O nascer do sol é maravilhoso e altamente recomendável!

Ta Prohm

angkor-wat

angkor-wat

O diferencial desse templo são as árvores que cresceram em volta das ruínas e foi um dos lugares que mais nos surpreendeu, é impresionante. O templo também é conhecido por ter sido o local onde foram gravadas algumas cenas do filme Tomb Raider, com a Angelina Jolie. Sem dúvidas foi o meu segundo favorito e vale a pena reservar algumas horinhas para descobri-lo.

Bayon

angkor-wat

angkor-wat

As famosas faces do rei Jayavarman VII contruídas por vários blocos que parecem um quebra-cabeça. Além disso, o templo tem diversas galerias com imagens cotidianas naquela época, como a pesca, mulheres dançando, cenas de luta e etc.

 O Pôr do Sol no Templo Bakheng

angkor-wat

Assim como o nascer do sol mais famoso é no Angkor Wat, o pôr do sol mais popular é o do Templo de Bakheng. Ele está localizado no topo de uma pequena montanha, portanto, prepare-se para o suador da subida e leve água. Tente chegar antes das 17h, já que a entrada fecha às 17:30 e a essa hora, o topo do templo está completamente lotado. Tão lotado que não aguentamos e começamos a descer antes do sol se pôr totalmente. Entre o topo e a base da montanha, há alguns mirantes que ficam mais vazios e valem a pena a parada.

angkor-wat

Já visitou os templos e tem alguma dica? Fale com a gente nos comentários!