Booking.com

Dicas básicas: Luang Prabang, no Laos

“Uma cidade tranquila”, “senti paz”, “é mágica…”. Esse foram alguns dos comentários que escutei e li quando decidi ir para Luang Prabang, no Laos. A principal cidade do norte do país é Patrimônio Cultural da Humanidade da UNESCO e favorita de muitos viajantes que estão dando uma volta ao mundo ou pelo Sudeste Asiático. Até 1975, Luang Prabang foi a capital real do país e mantém a herança colonial francesas na sua arquitetura, cafés e restaurantes.

Como eu a descrevo? Um lugar onde tudo é leve, onde não há pressa, nem nada te consome. O ritmo de vida tranquilo, a natureza, os rios Mekong e Khan, a infinidade de templos e monges, os mercados e o povo formam um conjunto único, onde a lembrança tem gosto de calmaria, paz e croissant ;). Reserve alguns dias para degustá-la com calma, como ela merece.

Como chegar

Muitas pessoas cortam o Laos do roteiro pelos valores da passagem aérea. Nenhuma low cost desembarcou no país e por isso, é comum encontrar trechos por $150, $170 dólares comprando com antecedência: acabei de pesquisar os valores para Março saindo de Bangkok e não encontrei nenhuma passagem por menos de $200,00, é um valor salgado para a Ásia. Mas isso não impede que muitos visitem o país: em 2013, o Laos recebeu 3.7 milhões de turistas (fonte:Vietiane Times). Para você ter uma idéia, o Brasil recebeu 5.6 milhões de turistas estrangeiros em 2012, ou seja….

Avião

O aeroporto de Luang Prabang é muito próximo à cidade (15 minutos), por isso não existe o típico stress da chegada, quando estamos longe do centro. A Laos Airways, Bangkok Airways, Eithad Airways, Air France, Vietnam Airlines e Lao Central operam voos diários a partir das principais cidades asiáticas, como Bangkok, Hanói e Chiang Mai. O preço médio do transfer de mini van do aeroporto pro centro é de 55.000 kips (aproximadamente R$15,00). Os tuk tuks também são uma opção e os preços podem variar dependendo da sua capacidade de negociação.

Barco & ônibus

Se você estiver na Tailândia, terá que subir até Chiang Mai ou Chiang Rai para alcançar a fronteira e fazer a travessia via barco ou ônibus. A viagem é cansativa e dependendo da sua escolha, poderá demorar até três dias, no caso do famoso slow boat. De ônibus desde Chiang Mai são mais de 20 horas de viagem. Existem 13 pontos de fronteira terrestre com os países fronteiriços.

Nós alugamos uma van particular com um grupo de viajantes em Huay Xai, cidade conhecida por ser a fronteira do Laos com a Tailândia e parada para quem faz a viagem de slow boat. O valor da van foi de 10.000 baths (equivalente a R$720,00 reais) e a viagem durou 11 horas. Não recomendamos porque a estrada é de terra, muito precária e sem nenhuma estrutura.

Visto

É necessário o visto de turismo para entrar no país. Mas não se preocupe, ele é obtido nas fronteiras ou nos aeroportos no momento da sua chegada sem muita complicação. Fizemos a travessia por terra e pagamos 31 dólares ($30 + $1 dólar de taxa de serviço). Tudo o que você precisa é uma foto 3×4 (levamos uma 5×5 e não tivemos problemas), o seu passaporte e de preferência o valor em dólares certinho. Nem conversamos com os oficiais, simplesmente preenchemos o formulário que estava disponível no guichê, preenchemos e entregamos com o passaporte, foto e dinheiro trocado. Em menos de 10 minutos eles entregaram o passaporte com o visto.

Moeda

O Kip (LAK) é a moeda oficial do país. 1 Real= 3445.64 kips. É super normal você sacar 1 milhão e achar que está rico, mas não, são “apenas” R$290,000. Geralmente, eles também aceitam baths tailandeses e dólares, desde os comerciantes até os motoristas de tuk tuk. Recomendo trocar na própria cidade caso você tenha alguns baths ou dólares sobrando. Muitos hotéis e comércios aceitam cartão de crédito, mas geralmente cobram uma taxa de 3% a 4%. Há muitos ATMs espalhados pela avenida principal, por isso, uma boa pedida é sacar diretamente nos caixas.

Quando ir

A época de moções é de Maio a Outubro. Recomendamos a estação seca (e calorosa!), de Novembro a Fevereiro, já que em Março e Abril o tempo fica seco e o calor é sufocante, como em grande parte do Sudeste Asiático. Resumindo, o melhor período é de Novembro a Fevereiro.

Transporte dentro da cidade

Como a cidade é pequena, você chegará a pé sem problemas em grande parte dos pontos turísticos. Caso queira alugar uma bicicleta, o preço varia entre 15.000 e 30.000 kips (R$4,30 a R$8,70). O aluguel de motos também é comum e varia de 120.000 a 200.000 kips (R$34,80 a R$58,00) por dia e é uma boa pedida para visitar as cachoeiras próximas à cidade, como a Tat Kuang Si, uma das mais lindas que conhecemos.

Aproveite para…

Alugar uma bicicleta

laos

Nos primeiros dias andando de bicicleta pela cidade tínhamos um pouco de medo, mas em geral, com bom senso e cuidado chegamos em todos os lugares que queríamos visitar sem problemas. Passear pelas margens do Mekong com o vento no rosto, o sol brilhando e a vista para o rio foi uma das melhores sensações da viagem.

Deixar a vida te levar

laos

Luang Prabang é daquelas cidades tranquilas, em que o bonito é se perder e descobrir lugares especiais. No nosso primeiro dia, não saímos com o mapa da cidade, apenas com a vontade de ver e sentir o que ela tinha para oferecer. Admire as borboletas, as crianças sorrindo, os  monges pelo caminho e a típica calma e serenidade dos laocianos. E brinque com as crianças pelo caminho sempre que possível.

Comer bem

laos

A cidade tem opções para todos os paladares e bolsos, desde comida de rua local, mercados com frutas, verduras frescas a cafés com o típico charme francês, passando por ótimos restaurantes que servem desde comida local à ocidental. Eles estão espalhados pela avenida principal da cidades e nas margens do Mekong e do Khan. Estou preparando um post com as nossas experiências gastronômicas pela cidade.

Visitar o night market e as lojas

laos

Tenho quase certeza que o night market de Luang Pragang é o mais tranquilo da Ásia. Ele começa às 18h e termina geralmente às 23h. Você poderá comprar um shake de frutas nas barraquinhas e passear e barganhar tranquilamente. Camisetas, vestidos, cadernos feitos à mão, necessaires, bolsas, quadros, prata… uma infinidade de produtos por um preço amigável.

Já nas lojas, o assunto é diferente. As roupas, jóias e artigos de decoração têm um preço salgado se comparado ao Sudeste Asiático. Compramos só peças muito únicas e feitas à mão que saberíamos que não encontraríamos em outros países. Mas Bangkok e Chiang Mai são ainda melhores.

Assitir o pôr do sol sempre que possível

laos

Seja das margens do rio Mekong ou do Monte Phou Si, o mais alto da cidade, reserve o fim de tarde para ver o pôr do sol.

E para quem ainda não viu, fizemos um vídeo super legal de Luang Prabang:

E você, tem alguma dica ou comentário sobre Luang Prabang? É só compartilhar com a gente nos comentários!