Booking.com

Acordei às sete da manhã já pensando na hora de embarcar para Londres, uma das cidades que mais tinha vontade de conhecer na Europa. Meu voo era às seis da tarde e como voei de Ryanair tive que fazer uma mala minúscula para os seis dias de viagem. Às três da tarde saí de casa e fui para o aeroporto de Barajas, em Madri; viajar de Ryanair é ter a sensação de viajar dentro de uma feira, o barulho dentro do avião é grande, os comissários passam o tempo inteiro vendendo cigarros, jogos de raspadinha, comidas, bebidas, passeios para as atrações da cidade e até táxi! Mas é o que dá comprar passagem ida e volta com as taxas por 100 €, isso mesmo, a Ryanair é uma das low cost da Europa e comprando com antecedência a passagem sai bem barata.

ryanair-europa

Imigração:

Chegamos em Londres no horário previsto e fomos para a temida imigração. Chegou a minha vez, respirei e fui! O diálogo foi mais ou menos assim:

Imigração: o que veio fazer em Londres?

Vou Contigo: turismo.

Imigração: vai ficar quantos dias?

Vou Contigo: seis.

Imigração: Me fale o motivo pelo qual está na Europa há quase três meses?

Vou Contigo: Viajando. Mostrei todos os bilhetes e passagens de cidades que tinha passado antes, como Sevilla, Barcelona, Lisboa, Porto e Madri. Mostrei também meu voo de volta (Londres x Madri), o seguro viagem e o voo de Madri para o Brasil.

Imigração: onde você vai ficar?

Vou Contigo: mostrei a reserva do Palmers Lodge Hillspring, hostel boutique em que fiquei hospedado na cidade.

Imigração: Ok, aproveite a cidade.

Vou Contigo: Obrigado! Ufa! 🙂

Saí da imigração e troquei meus euros por libras ainda no aeroporto. Uma dica: troque apenas o necessário para pagar o ônibus para Londres, para comer e um pouco para alguma urgência. No centro da cidade há várias casas de câmbio com taxas melhores que no aeroporto.

londres-inglaterra-vou-contigo

Como chegar em Londres saindo do aeroporto de Stansted:

Simples, porém cansativo após três horas de voo. Logo após a saída da imigração as lojas da Terravision e National Express vendem passagem para Londres e outras cidade da Inglaterra. Os ônibus são confortáveis e saem a cada 15 minutos, a passagem custa entre 9 £ e 13 £ (depende da empresa) e a viagem tem duração de quase duas horas. Pedi ao motorista para descer o mais próximo da Victoria Station (estação de metrô), saí do ônibus, andei duas quadras até chegar na estação, peguei mapa do metrô e vi onde que eu tinha que descer para ir para o meu hostel. Dica para salvar o turista: Oyster, um cartão que você pode comprar em qualquer estação de metrô e você pode usá-lo o tanto que quiser por uma semana tanto nos metrôs (Underground), trens (Tramlink, DLR, National Rail, Overground) e nos tradicionais ônibus de dois andares, custa 35 £ e foi a maneira mais econômica que vi para circular pela cidade.

transporte-londres

Com o bilhete e o mapa na mão, fui para o Palmers Lodge Hillspring. O metrô de Londres é ótimo, são 13 linhas que cruzam a cidade inteira, sem dúvidas a melhor maneira de rodar pela cidade.

Viaje em nossos posts de Londres, Inglaterra e Europa.

Delivery Vou Contigo – Receba nossas notícias no seu e-mail.

*O Blog Vou Contigo viajou para Londres em parceria com o Visit Britain.