Booking.com

Conhecer a cidade a pé e entrando em algumas das centenas de cantinhos que Buenos Aires oferece, como por exemplo um café vintage, lojas de decoração e design, bares antigos e charmosos, para mim é a melhor opção. Para os que gostam de pedalar a dica é alugar uma bicicleta e desbravar a cidade com o vento na cara e ter a autonomia para fazer o que quiser, ainda mais quando há boas ciclovias como as do bairro Palermo, um dos points mais descolados da cidade.

Palermo é um bairro dividido em 08 áreas: Hollywood, Viejo, Pacifico, Alto, Zoo, Nuevo, Norte e Chico. Na área do Palermo Viejo, que fica na região da avenida Córdoba, calle Serrano, Plaza Cortázar e ruas paralelas, acontece o Circuito de Diseño, um passeio imperdível para quem aprecia design e busca na viagem inspirações.

Em alguns lugares você pode pegar o mapa do roteiro dos melhores cafés da cidade, são vários espalhados em diversos bairros, como Recoleta, San Telmo, Palermo, Centro e La Boca.

Reserve uma manhã para ir no bairro chino, que é uma pequena área do bairro de Belgrano. O lugar é famoso pelas lojas asiáticas, tanto de comidas como de utilidades e lembranças.

E para finalizar, Buenos Aires está repleta de pubs, reserve uma noite para um tour por alguns dos melhores da cidade, como o The Shamrock (na Recoleta), The Temple Bar (na Recoleta e no Palermo Viejo), Sullivans (na Plaza Cortaza/Serrano) e o Antares (no Palermo Viejo), este último foge dos padrões dos pub’s, mas é uma cervejaria artesanal de primeira.

Tem uma dica bacana e diferente de Buenos Aires? Conta pra nós nos comentários. 🙂