Booking.com

Viajamos para Mendoza em busca de aventuras, e logo que chegamos na cidade escolhemos os tours que faríamos, como o que relatarei nesse post, um full day nos andes, onde fizemos um hiking, descemos 42m de rapel e terminamos o dia relaxando nas Thermas de Cacheuta. A grande aventura da viagem aconteceu no segundo dia após nossa chegada. O despertador tocou e o dia não tinha amanhecido, lá em Mendoza somente lá para as 8h o dia começa a clarear. Todos os tours são vendidos no próprio Hostel Internacional, da rede Campo Base. No total são sete hostels na cidade e uma agência de passeios adventure. A van passou para nos buscar e logo começamos a nossa aventura. De Mendoza até Cacheuta são 40km de belas paisagens. Após 20 minutos de viagem, já era possível ver a pré-cordilheira, tudo muito belo: as montanhas com pouca neve, árvores, parreirais e o céu azul renderam muitas fotos da estrada.

No caminho para Cacheuta. (Foto: Átila Ximenes)

O guia, que também era o motorista, nos deu algumas instruções e nos entregou os equipamentos de segurança na chegada. O hiking começa no Cerro de la Virgem, um lugar lindo e silencioso, onde caminhamos por duas horas até chegar a 1.800 metros, onde iniciamos a descida pelo outro lado da montanha até chegar no ponto onde descemos de rapel. Frio na barriga!

Início do hiking de quase duas horas. (Foto: Átila Ximenes)

Início do hiking. (Foto: Átila Ximenes)

Hiking em Mendoza. (Foto: Átila Ximenes)

O hiking é cansativo, mas o visual compensa cada passo. (Foto: Átila Ximenes)

A paisagem é demais, sem palavras para esse dia. (Foto: Átila Ximenes)

Após chegarmos aos 1.800 metros iniciamos a descida até o primeiro rapel. Recebemos as instruções de como controlar as cordas, como posicionar as pernas, manter a calma e etc. Descemos de um por um e o medo que antes era intenso começou a diminuir, agora só faltavam mais dois, um de 5 metros e outro de 42.

Para descer é preciso muita atenção, é escorregadio e tem muito cacto. (Foto: Átila Ximenes)

Base do primeiro rapel, 12 metros de altura. (Foto: Átila Ximenes)

O segundo rapel foi o de 5 metros e mesmo sendo o menor ainda deu aquele frio na barriga, mas o melhor estava por vir. Andamos mais um pouco até chegar no momento mais tenso do tour. Chegamos no último rapel e era hora de encarar uma descida de 42 metros, mal consegui olhar para baixo. Coloquei as cordas e comecei a descida. Fui devagar. A cada metro um alívio e um gosto bom de vencer o desafio, toquei os pés no chão e pensei, tem como fazer tudo novamente? Foi uma das melhores sensações que já vivi, é muito bom você olhar para tudo aquilo e dizer: caramba, eu desci isso! Faria tudo novamente, a trilha, a descida e o rapel, vale a pena. É emocionante, e a gente se perde no meio de tanta natureza.

Preparando para o rapel. (Foto: Átila Ximenes)

O maior rapel do dia, 42 metros. (Foto: Átila Ximenes)

De lá fomos para o centrinho de Cacheuta, onde tem um hotel, uns dois ou três bares/restaurantes e o Parque Aquático Thermas de Cacheuta. Almoçamos no Los Cactos, estava incluso no tour. Foi servido empanadas de carne na entrada, salada e uma empanada grande de frango com queijo e presunto como principal, pedimos uma Quilmes para brindar a aventura.

Thermas de Cacheuta é um complexo no meio das montanhas onde tem um hotel, resort, spa e o parque aquático. Conheci apenas o parque aquático que também estava incluso no tour. São diversar piscinas cada uma com uma temperatura diferente, a mais quente estava com 42ºC, ótima para o frio que estava fazendo. Você também pode fazer piquenique, há churrasqueiras e um espaço bem bacana para esse tipo de evento. Confesso que fiquei impressionado com a estrutura daquele lugar, por ser no meio das montanhas. Vale a visita.

  • Horário: 10h às 18h30
  • Tarifas: 35 pesos na semana e 40 pesos no final de semana // Menores de 03 a 10 anos 30 pesos na semana e 35 pesos no final de semana.
  • Site: www.thermascacheuta.com

Cacheuta. ((Foto: Átila Ximenes

Entrada do almoço, empanadas com Quilmes. (Foto: Átila Ximenes)

Para almoçar, empanadas com salada. (Foto: Átila Ximenes)

Thermas de Cacheuta. (Foto: Átila Ximenes)

Thermas de Cacheuta. (Foto: Átila Ximenes)

Depois do trekking e rapel, foi a hora da mordomia. (Foto: Átila Ximenes)

Área interna das Thermas de Cacheuta. (Foto: Átila Ximenes)

Serviço:

  • Duração do tour: dia inteiro (8h às 18h30)
  • Horário de saída: 9h
  • Inclui: transporte, guia, equipamentos de segurança, entrada no parque thermal e almoço
  • Não inclui: bebidas (eu levei duas garrafas de água de um litro e meio, um Gatorade e uns snacks)
  • Valor: 240 pesos //  Mais ou menos R$ 120,00
  • Fica a dica: Leve mochila pequena, vá com um sapato confortável e que seja seguro para subir/descer a montanha, roupas leves e um casaco, roupa para tomar banho, uma toalha, óculos escuros e gorro.
  • Dias de saída: segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira
  • Onde comprar: Hostel Internacional Mendoza: Site
  • Telefone: 0054 – 261 – 4240018
  • E-mail: [email protected]